Como sua startup pode sobreviver em um mundo imitador?

Stephen Key é o colunista da Forbes para temas de inovação e propriedade intelectual. Seu mais recente artigo é um manifesto interessante, onde reconhece que resistir ao copycats é nadar contra a corrente. Key, então, celebra que nem tudo está perdido. Existem estratégias que podem colocar os criativos e originais sempre um passo à frente dos imitadores.

Aqui estão sete maneiras de lidar com imitações que não envolvem litígios.

1.Ganhe no tribunal das mídias sociais

Sua capacidade de se conectar com os consumidores é inédita em todos os níveis. Se você não está gritando sua história no telhado, você está cometendo um erro. Esse poder é exclusivamente seu. Grandes empresas são impessoais! Seja o original. Abraçar abertura, transparência e vulnerabilidade. Quanto mais você fizer, mais dedicado se tornará. Sim, isso leva tempo, esforço e criatividade. Com a campanha certa, você pode alcançar milhões. Para melhor ou pior, mais e mais pessoas compram produtos on-line nos dias de hoje.

2.Construa rapidamente relacionamentos com os varejistas

Compartilhe sua história com os varejistas o mais rápido possível. Muitas empresas prefeririam vender unidades com uma margem maior em vez de irem direto para as grandes lojas. Nas mídias sociais e em todas as suas campanhas de relações públicas, deixe claro que o sucesso delas é o seu sucesso. Se você os apoiar, eles vão te apoiar, ou seja, te conferir uma exclusividade. Algo do tipo: você é o meu parceiro cativo. Não vendo imitadores.

3.Continue inovando

Faça melhorias. Tente diminuir o preço concentrando-se nos processos de fabricação. Se você tiver um ótimo produto a um preço acessível, será fácil atrair novos clientes. Concentre-se em projetar seu produto com o melhor de sua capacidade. Os copiadores serão inferiores e receberão críticas negativas.

4.Cultive os fãs furiosos

Se você tomou o tempo para criar uma marca verdadeiramente única, você não precisa de advogados expedindo notificações ou lançando ações judiciais. Ter um excelente atendimento ao cliente é uma das melhores maneiras de proteger sua propriedade. É simples: se você ama seu cliente, ele vai adorar você. Os copiadores não se importam com esse tipo de relacionamento.

5.Surfe nas inovações abertas

Adquirir licenças ou direitos é custo. As possibilidades oferecidas pelas licenças abertas são múltiplas e ainda oferecem oportunidades de customização. 

A customização, adaptação ao seu negócio, te colocará como um “first mover”, ou seja, um passo a frente do imitador, que jamais vai poder copiar essas iniciativas.

6.Capacidade de execução 

O copycats só atua na espreita, depois do original. Não se preocupe com as ideias ou tornando-as confidenciais. Execute! Valide com os usuários. Dê-se o luxo de pivotar.

 7.Use as ferramentas fornecidas pela lei

Marcas, direitos autorais e patentes ainda são importantes. Eles não vão assustar todo mundo, mas eles vão impedir alguns.  

 

 

Helder Galvão, é advogado, cofundador do Nós 8, Coletivo de Advogados Para Startups (e diariamente alvo de copycats!)